Data Driven Marketing

Data Driven Marketing

A ciência de dados no Marketing Digital

Os dados coletados podem ser usados para objetivos diversos:

  • Segmentação sofisticada da audiência.
  • Trackeamento e ativação de metas em diferentes canais.
  • Monitoramento de hábitos e da rotina do consumidor no mundo digital.
  • Integração de dados de diferentes fontes que, juntos, apontam novos caminhos para o Marketing e as Vendas.
  • Personalização da comunicação por clusters.
  • Ajuste de estratégias em tempo real.
  • Mensuração precisa de resultados.
  • Elaboração de insights para os negócios.

Para a aplicação da Ciência de Dados ao Marketing Digital (Data Driven Marketing), o cientista de dados tem um arsenal de ferramentas para cada tipo de problema que ele está resolvendo.

Serviços

  • Ecossistema Google, ativado para trackeamento do site e ativação de conclusão de ações de usuários durante a navegação, e também para campanhas de Links Patrocinados.
  • Análise de SEO para melhorar a posição orgânica em mecanismos de busca.
  • Implantação de software para automação de Marketing e Inbound Marketing.
  • Elaboração da Jornada do Cliente e construção de Dashboard para gestão por KPI’s.
  • Ativação de perfis de redes sociais e suas possíveis métricas.
  • Monitoramento de Mídias Sociais, análise competitiva de mercado e SAC 3.0.

O que é Data Driven Marketing?

O cientista de dados é bastante analítico e estratégico, além de ser criativo para ser capaz de gerar as hipóteses a serem validadas, bem como explicar e entender os motivos de possíveis falhas. Desse modo, ele analisa e cruza dados para mensurar, entender e otimizar a Jornada de Compra do Cliente, identificando cada etapa e seu KPI (Indicador chave de Performance) correspondente, do Funil do Marketing. Muitas dessas otimizações estão correlacionadas, pois se melhorar uma taxa de conversão para uma visita após um anúncio, aumenta-se o volume ao mesmo tempo que diminuí o custo.

Com conhecimentos de matemática e estatística, faz a modelagem de comportamentos e processos, bem como a validação dos fatos por meio de números. Por meio de experimentos, pesquisa hipóteses com objetivos de aumentar taxa de cliques por visita, taxa de abertura por e-mail e taxa de clique em anúncio etc.Nesses experimentos, o cientista de dados coleta dados controlados que irão comprovar uma determinada hipótese a respeito desse comportamento.

O funil é uma forma de representar a jornada de compra dos visitantes do site e redes sociais até se tornarem clientes. As oportunidades enviadas para vendas são monitoradas, os dados do processo de venda, como o momento em que essa oportunidade entra em cada estágio do funil de vendas, detalhes da negociação, além do motivo pelo qual a venda não se concretizou. Com esses dados é possível obter insights para entender como filtrar e direcionar os esforços em resultados.